My favorite place: Quarto.

Confesso que no início fiquei reticente quanto ao quarto, por um momento achámos que a mobília não ia caber toda. Comprámos tudo sem tirar medidas primeiro, e, portanto, foi um bocado a olho. Não sejam como eu, não caiam nesse erro! Mas vá lá que correu bem, e, apesar de estar super simples, gostei imenso de como ficou. Ainda há algumas coisas que quero melhorar, e acrescentar, com o tempo. Deixo-vos aqui algumas fotografias, espero que gostem.

Cream and Teal Script Spa & Esthetic Logo (1)

IMG_6191IMG_6192IMG_6193IMG_6194IMG_6196IMG_6197IMG_6198IMG_6199IMG_6205IMG_6206IMG_6207IMG_6208IMG_6210IMG_6211IMG_6212IMG_6213IMG_6214IMG_6215IMG_6219

 

O que ando a ver: Séries #1

Este post é para vocês, que são como eu, e não conseguem passar sem ver uma série. Assim que uma acaba, já estão na internet à procura da próxima. Eu sei, eu sei o que isso é!

E foi exatamente por isso que decidi criar este post, onde vos vou recomendar algumas das séries que vi nos últimos tempos, e que mais gostei. Se já viram alguma delas, digam-me o que acharam. Ou, se souberem de outra que seja, assim, “muita boa”, partilhem comigo… está difícil encontrar uma que me pareça interessante…

 

The Sinner:

Esta veio em primeiro lugar, porque foi a última que vi.

Se gostam de mistério, e de só perceber tudo o que aconteceu mesmo no final, esta é boa para vocês. É sobre uma mulher que assassinou um homem, mas não faz ideia porquê, porque não se lembra de alguma vez o ter visto. Gostei! Mas mais não digo, porque não gosto de spoilers.

É ótima também para quem não gosta de séries muito longas: esta só tem 1 temporada, com 8 episódios, penso que cada um tem 45min.

sinner.jpg

American Crime Story:

Gostei bastante desta porque retrata eventos reais, e eu sou daquelas que adora tudo o que são histórias verídicas: filmes, séries, livros…

Esta série já tem duas temporadas, cada uma sobre um crime diferente, ambos de alta sociedade, que chocaram os Estados Unidos da América. A primeira temporada é sobre o julgamento do famoso jogador de futebol americano – O. J. Simpson e o assassinato da sua ex-mulher, e a segunda temporada é sobre o homicídio do famoso estilista Versace, e sobre outros crimes cometidos pelo seu assassino.

americancrimestory.jpg

 

La Casa de Papel:

Claro, não é? A típica… Mas não partilharia com vocês se não tivesse realmente gostado. Esta série fala sobre um grupo de assaltantes que decidem invadir a casa da Moeda, em Espanha. Vale a pena ver, apesar do fim me ter dececionado um pouco, mas a verdade é que vai haver 3ª temporada, por isso ainda há hipótese de dar a volta.

220px-La_casa_de_papel

 

This is Us:

Esta série é considerada um retrato da típica família americana. Gostei muito, apesar de ter chorado que nem um bebé. Vejam, por favor, vale muito a pena! Tem 2 temporadas, mas já se fala de uma possível 3ª temporada: *pessoa feliz*!!

MV5BOWU3M2I0YWItNWIzNC00MTBmLTkzMDgtMTdmOGMzOTI2YmVjXkEyXkFqcGdeQXVyNjMxNzcwOTI@._V1_UX182_CR0,0,182,268_AL_

My favorite place: Sala

Sempre tive uma paixão por decoração, e sim, sou daquelas pessoas que fica horas a fio a ver programas de renovação de casas. Acho que esse bichinho cresceu depois de ter ajudado num projecto, como assistente de design de interiores. Por isso, decidi criar esta categoria, onde vou partilhar convosco as minhas sugestões favoritas para decoração.

Já há algum tempo que queria partilhar convosco fotografias da casa nova em Chicago, mas estava à espera de ter tudo pronto para vos mostrar o resultado final. Claro que há um ou outro apontamento que quero adicionar, mas aos poucos chegamos lá.

Apesar de ser uma casa mais pequenina (é o lado menos bom de viver numa grande cidade), acho que ficou super gira, e bastante “homey”. Decidi dividir o post pelas partes da casa, e como já devem de ter percebido pelo título, hoje vou mostrar-vos como ficou a sala.

Como típica casa americana que é, a sala é chamada de “open concept”, o que quer dizer que a sala de estar, a sala de jantar e a cozinha são todas no mesmo espaço. Nas fotografias que tirei, não dá para ver a cozinha completa, mas depois faço outro post para vos mostrar como ficou.

Espero que gostem tanto quanto eu,

Cream and Teal Script Spa & Esthetic Logo (1)

IMG_6122IMG_6123IMG_6124IMG_6125IMG_6128IMG_6129IMG_6130IMG_6131IMG_6132IMG_6134IMG_6135IMG_6136IMG_6137IMG_6138IMG_6139IMG_6140IMG_6141IMG_6142IMG_6144IMG_6145IMG_6146

ChinaTown Chicago

(Repararam que criei categorias novas? É verdade, eu disse que tinha muito conteúdo para partilhar convosco!)

Em “viagens”, vou mostrar-vos os sítios pelos quais vou passando, e que acho que merecem ser partilhados convosco. Quem me segue nas redes sociais, sabe que me mudei recentemente para Chicago, e por isso, muitos dos posts serão sobre os meus sítios favoritos na cidade.

No post de hoje vou partilhar convosco um pouco de um sítio que visitámos há uns dias atrás – Chinatown – e, como o próprio nome indica, é uma pequena baixa chinesa, perto do centro da cidade. Existem duas avenidas grandes cheias de lojas, restaurantes, bares, e muito mais, todos chineses. Também a maior parte dos habitantes desta zona são chineses. Dá mesmo a sensação de estarmos na China, sem sair de Chicago.

Infelizmente o dia não esteve muito bom para fotografar, e as fotografias perderam imensa qualidade, mas dá para ficarem com uma ideia de como é. Espero que gostem desta nova categoria, ainda tenho muito mais para partilhar convosco!

Cream and Teal Script Spa & Esthetic Logo (1)

Processed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 preset

Processed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 presetProcessed with VSCO with f2 preset

Processed with VSCO with f2 preset

Estamos de volta!

Olá pessoal, finalmente consegui voltar a pôr o blog ativo! Aleluia… Isto esteve complicado por aqui, e foi por isso que não voltei a postar e demorei tanto tempo a dar notícias. Mas pronto, o que importa é que está resolvido, e modéstia à parte, acho que ficou bem bonito. Perdi algum conteúdo, infelizmente, mas, entretanto, já tenho muitas coisas para partilhar convosco.

O post de hoje é bem pequenino, e é só para vos dizer que quero muito que continuem aí desse lado, e que espero que gostem dos novos temas que vou partilhar aqui no blog. Se tiverem sugestões de outros temas que gostassem de ver por aqui, não hesitem em partilhar comigo.

Ah, e bem-vindos de volta,

Cream and Teal Script Spa & Esthetic Logo (1)

 

Gratitude journal

No post de hoje, venho falar-vos sobre algo que já há algum tempo que queria partilhar convosco. Comecei a usar, diariamente, desde o final do ano passado, uma coisa chamada de “Gratitude Journal”. O gratitude jornal, ou diário da gratidão em português, é uma espécie de diário que, em vez de escreverem tarefas ou coisas que tenham para fazer durante os dias, a ideia é escreverem 3 coisas positivas, que experienciaram durante o vosso dia, e pelas quais são agradecidos.

A verdade é que, normalmente, temos tendência a dar demasiada importância às coisas más que nos acontecem, e que nos aborrecem o dia, de tal modo que nem damos conta da quantidade de coisas boas que nos acontecem todos os dias. Deixamos a negatividade dar conta de nós, e acabamos muitas vezes por nem dar conta dessas pequenas coisas que temos a sorte de ter ou fazer. Às vezes essas coisas positivas podem ser tão simples como o chá que bebemos pela manhã e que nos soube tão bem; rever aquela amiga que já não víamos há imenso tempo; ou até mesmo aquela mensagem que recebemos a meio da tarde, que nos fez sorrir. A verdade é que, se formos a ver, há sempre alguma coisa positiva todos os dias. E é para isso que o gratitude journal serve, para nos relembrar diariamente das coisas boas que existem à nossa volta, e que sem darmos por isso, nos fazem tão felizes.

Eu comprei o meu gratitude journal na América, por isso está todo em inglês. Mas gosto imenso dele, porque para além da parte de escrever 3 coisas do meu dia pelas quais sou agradecida, tem também uma frase de inspiração para cada semana. Por cá, já andei a dar uma vista de olhos pelas livrarias, e encontrei um gratitude journal super giro na Bertrand. Gostei tanto desse que estou seriamente a pensar comprar um para mim! Para além de estar bem mais completo, aborda muitas outras coisas para além da gratidão, como por exemplo: a maneira como lidamos com os nossos problemas, a maneira como nos relacionamos com os outros, formas de como podemos tornar a nossa vida mais feliz, etc.

Se uma das vossas resoluções de 2018 passar por ser mais agradecido, e, de uma forma geral, mais feliz, esta é sem dúvida uma ótima sugestão para vocês, e algo que recomendo a toda a gente. Se estiverem interessados, deem um saltinho numa Bertrand, e vejam se gostam do “Diário da Gratidão” que eles vendem lá.

250x

Mini pizzas de beringela

Esta é capaz de ser uma das minhas receitas favoritas. Para além de DELICIOSA, é super prática e rápida de se fazer. Óptima para aqueles dias chatos em que estamos sem tempo para cozinhar, ou quando temos amigos em casa e precisamos de uma entrada que agrade a todos.

Aqui fica o passo a passo ( e acreditem, não há coisa mais simples que isto):

Ingredientes:

  • 1 beringela
  • 1/2 copo de molho de tomate (de preferência caseiro)
  • Tomate cereja
  • Orégão e manjericão q.b.
  • Óleo de coco
  • queijo fatiado
  • fiambre
  • Cogumelos (opcional)

Preparação:

Primeiro, cortem a beringela às rodelas, um pouco mais de 1cm de espessura cada. Num tabuleiro, disponham as rodelas e untem-nas com um pouco de óleo de coco. Cubram com o molho de tomate, geralmente uma colher de chá cheia é suficiente, e adicionem ao molho um pouco de manjericão. Juntem agora uma fatia de fiambre e de queijo, a cada rodela. Se quiserem adicionar os cogumelos, façam no antes de colocar o queijo. Adicionem no topo de cada rodela metades dos tomates cherry, e os orégãos ou manjericão (como preferirem). Levem ao forno por 15 minutos, ou até o queijo começar a dourar. E estão prontas a servir.

Bolo de banana e aveia

Estávamos com saudades de uma sobremesa cá em casa, e acabei por experimentar fazer este bolo, que foi logo aprovado. A receita é super simples e rápida de fazer. Esta é uma alternativa mais saudável ao típico bolo de banana e nozes, mas o sabor ficou bastante parecido com o da receita original. Aqui fica o passo a passo:

Ingredientes:

  • 1 chávena de chá de açúcar mascavado
  • 2 1/2 chávena de chá de aveia em flocos finos
  • 1/2 chávena de chá de nozes (ou qualquer outro fruto seco que gostem)
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 3 ovos inteiros
  • 1/2 chávena de chá de óleo de coco
  • 4 bananas não muito maduras

Preparação:

Comecem por aquecer o forno a 180º. No liquidificador coloquem a aveia e triturem por uns minutos. Num recipiente juntem a aveia triturada + o açúcar mascavado + os frutos secos + o fermento em pó e reservem.

No liquidificador, juntem os ovos + as bananas + o óleo de côco, misturem por 4 minutos. Juntem a mistura ao preparado de aveia no recipiente até formar uma massa homogênea. Coloquem numa forma previamente untada com óleo de côco e canela. Levem ao forno por 40 minutos. Se gostarem, sirvam ainda morno, com uma bola de gelado.

 

Cookies de cocô e banana

Decidi experimentar esta receita, porque adoro cookies, e já há algum tempo que andava à procura de uma versão mais saudável. Claro que o sabor não é exactamente igual, mas continuam a ser boas, e a melhor parte é que podemos comer sem culpa. Fica aqui o passo a passo:

Ingredientes:

  • 1 banana
  • 3/4 chávenas de chá de cocô ralado
  • aveia (opcional)
  • chocolate negro (opcional)

Preparação:

Misturem a banana e o cocô no liquidificador, e vão juntando a aveia para dar consistência. Num tabuleiro com papel vegetal, disponham em pequenas bolas e adicionem as pepitas de chocolate negro. Levem ao forno pré-aquecido a 180º por 20 minutos. E estão prontas a servir.